Quando o Outlook 2007 foi introduzido, usava o Word como mecanismo de renderização para exibir HTML. Isso limitava muitas funções usadas por designer nos templates de e-mail, que buscavam criar algo mais envolvente.

O e-mail Standards Project, grupo modelado pelo Web Standards Project, tem feito um trabalho excelente em catalogar as deficiências dos mecanismo de renderização de e-mail, que buscavam criar algo mais envolvente.

O e-mail Standards Project, grupo modelado pelo WebStandards Project, tem deficiência dos mecanismos de renderização de e-mail. Ele classifica como pobre o suporte aos padrões no Outlook 2007 e também no Gmail.

Problemas que dificultam a vida do designer no Outlook 2007 incluem suporte limitado a CSSinline para imagens de fundo, além de definição de margens e preenchimento.

Esses problemas são bem conhecidos. Apesar disso, não foi surpresa quando a Microsoft anunciou que pretende continuar a usar o Word para renderizar no Outlook 2010. As limitações continuarão, como explica o E-mail Standards Project: “Pelos próximos 5 anos o design de e-mail precisará de tablets no layout, não irá suportar flot e position do CSS e muito mais”.

O Fix Outlook, campanha-mashup com o Twitter, foi criado com o objetivo de tentar mudar a cabeça da Microsoft. Mesmo depois de 20 mil participantes, a empresa, por meio de um porta-voz, respondeu que a iniciativa seria em vão: “O Word possibilita a melhor experiência de criação de e-mail que existe, com ferramenta usadas por nossos clientes há mais de 25 anos”.

 

 

Fonte: Revista W



Monday, July 30, 2012







« Voltar